"Somos como águias enjauladas; mas mesmo por detrás das grades podemos olhar os céus expansivos e extrair inspiração de uma estrela." Pensamentos para aspirantes- Sri Ram

Criando...



“Os meus olhos vêem melhor quando os fecho o mais possível; porque todos os dias vêem coisas que não me prendem a atenção, porém, quando durmo, vêem em sonhos, e, brilhando no escuro, são como luzes dirigidas através da Escuridão.”

Shakespeare

Fama

“…quão pouco tudo o que a fama pode dar, substitui o valor do que o coração pode perder…”


“com o coração valente, atravesse os adversos acidentes e mágoas do fado, dirigindo o olhar interno para o sol, e lutando para alcançar o céu. É esta luta que dá conhecimento e experiência aos fortes, e felicidade aos fracos.”

Zanoni
Sir Edward Bulwer-Lytton

O Exterior espelha o Interior



“Os sistemas educativos e políticos não mudam misteriosamente; transformam-se quando nós mudamos. O indivíduo é de primordial importância, não o sistema; e enquanto o indivíduo não comprender o processo total da sua própria existência, não há sistema, seja de direita ou de esquerda, que possa trazer paz ao mundo.”

A Educação e o significado da Vida
J. Krishnamurti

Osiris

“Os bisturis e os microscópios podem solucionar os mistérios das partes materiais da veste do ser humano, mas jamais poderão abrir uma janela na sua alma e através dela ter – mesmo que seja uma pequena medida – uma visão, de qualquer dos amplos horizontes do ser.”

H.P. Blavatsky



“Osiris é o Eu divino que reina no mundo invisível do espírito, mas através da Iniciação, desce à personalidade, assume-a, como se fosse um cavaleiro com o seu corcel e pode actuar e derramar as suas bênçãos ao mundo…”

Viagem iniciática de HIPÁTIA
José Carlos Fernández 

Viver

Um Bem haja a Todos.
Porque todos procuramos a felicidade, deixo-vos aqui alguns pensamentos de Sri Ram, verdadeiros marcos do caminho da Felicidade Duradoura.

Sê-de  Felizes...



“O que o homem busca não é a perfeição que está no futuro, mas o preenchimento que está sempre no presente.

Conhecer o não-Eu na nossa natureza é o caminho para o conhecimento do Eu

O Homem tem de descobrir por si próprio que o que ele pensa ser ele mesmo, o que ele chama “eu mesmo”, é uma ilusão, Maya, que é apenas uma capa de muitas cores como aquelas que aparecem numa bolha à luz do sol.

Aquele que se tornou mestre de si mesmo pode tornar-se mestre em tudo o que está relacionado com ele próprio. Ser mestre de si mesmo implica auto-conhecimento e aquela auto-suficiência que se encontra somente no Amor.



Os nossos desejos são amiúde a origem das nossas fraquezas; as nossas fantasias, a criação dos nossos desejos; e estas fantasias, quando se tornam ajustadas à estrutura das nossas mentes, estão todas muito aptas a ser confundidas com factos.

É somente quando o homem compreende que não há em si mesmo nenhum centro em torno do qual ele pode construir permanentemente, que ele começará a buscar e poderá encontrar aquele verdadeiro centro que está em toda a parte e em lugar nenhum.

Antes que possamos transcender as limitações, seja na nossa própria natureza ou nas circunstâncias em torno de nós, devemos tentar entender o que é que elas estão pretendendo ensinar.

Ninguém pode obter um verdadeiro conhecimento de si mesmo sem enfrentar a adversidade e sobrepujar as dificuldades. Mas ao desenvolver o dinamismo para sobrepujar, não deve haver nada do espírito de agressão e engrandecimento.

No momento em que estamos conscientes de um impedimento, na nossa natureza, àquele preenchimento que toda a vida inconscientemente busca, estamos no caminho da sua abolição.

A alegria e a dor, o alcançar e o retroceder – todos são reunidos finalmente na experiência de uma realização da qual nada daí em diante pode abalar-nos.

Eu luto comigo mesmo; eu não posso escapar de mim mesmo; que eu me remodele a mim mesmo em termos daquilo que é Universal.”

Pensamentos para Aspirantes
N. Sri Ram

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin