"Somos como águias enjauladas; mas mesmo por detrás das grades podemos olhar os céus expansivos e extrair inspiração de uma estrela." Pensamentos para aspirantes- Sri Ram

Aquário




“Aquarius (Latim) referente à água, aquele que porta a água, o 11º signo do Zodíaco. Na astrologia é um signo pertencente ao elemento Ar, Fixo, Masculino, a principal casa de Saturno, embora algumas vezes dito regido por Urano. Por volta de 1898, o ponto equinocial passou de Peixes para Aquário, iniciando assim um novo ciclo messiânico que suceda o de Peixes - o peixe-homem, associado com Jesus Cristo.

O Deus Sol gnóstico é retratado como um homem coberto de seios, com um peixe na cabeça e um monstro do mar a seus pés, que claramente indica o grupo de três signos - Peixes, Aquário e Capricórnio - e aponta para uma quádrupla divisão do Zodíaco, cada divisão abrangendo três signos; Touro talvez representado pelo touro egípcio Apis, de pé para a tríade de signos que precederam Aquário.

O equivalente a Brahmanico de Aquário, presidido pelo deus do céu Indra, é Kumbha, Subba Row afirma que o seu valor numérico é equivalente a 14, o número que pretende representar os 14 lokas ou chaturdasa-bhuvana (Os mundos espirituais e materiais da existência) (Theos, Nov 1881). Atribuindo os doze filhos de Jacob, no sistema hebraico, os signos do Zodíaco, Ruben é associado a Aquário, que é “instável como a água”, também é associado com Rimom, o deus das tempestades e chuvas (SD 2:353), e equiparado a Ganimedes.

Encyclopedic Theosophical Glossary

Sem comentários:

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin