"Somos como águias enjauladas; mas mesmo por detrás das grades podemos olhar os céus expansivos e extrair inspiração de uma estrela." Pensamentos para aspirantes- Sri Ram

Deus, por Alberto Caeiro

(...)


Não acredito em Deus porque nunca o vi.
Se ele quisesse que eu acreditasse nele,
Sem dúvida que viria falar comigo
E entraria pela minha porta dentro
Dizendo-me, Aqui estou!

(Isto é talvez ridículo aos ouvidos
de quem, por não saber o que olhar para as coisas,
não compreende quem fala delas
com o modo de falar que reparar para elas ensina.)






Mas se Deus é as flores e as arvores
E os montes e sol e o luar,
Então acredito nele,
Então acredito nele a toda a hora,
E a minha vida é toda uma oração e uma missa,
E uma comunhão com os olhos e pelos ouvidos.

Mas se Deus é as arvores e as flores
E os montes e o luar e o sol
Para que lhe chamo eu Deus?
Chamo-lhe flores e arvores e montes e sol e luar;
Porque, se ele se fez, para eu o ver,
Sol e luar e flores e arvores e montes,
Se ele me aparece como sendo arvores e montes
E luar e sol e flores, é que ele quer que eu o conheça
Como arvores e montes e flores e luar e sol.

E por isso eu obedeço-lhe,
(que mais sei eu de Deus que Deus de si próprio?),
Obedeço-lhe a viver, espontaneamente,
Como quem abre os olhos e vê,
E chamo-lhe luar e sol e flores e arvores e montes,
E amo-o sem pensar nele,
E penso-o vendo e ouvindo,
E ando com ele a toda a hora.
 
O Guardador de Rebanhos
Alberto Caeiro

6 comentários:

Carmem L Vilanova disse...

Visao interessntissima de Deus...
Gostei muito e por isso ja' me tornei uma (per)seguidora... para estar sempre bem informada!

Beijos, flores e muitos sorrisos!

Eu Sei Que Vou Te Amar
Viver Integral

Maria Ribeiro disse...

AZOTH: obrigada por este poema de PESSOA-CAEIRO! coisa mais linda, que todos os anos ensino aos meus alunos do 12º ANO, em PORTUGUês!
BEIJOS DE LUSIBERO

Ticha disse...

Obrigada pela partilha.
Adoro Pessoa e este é um ponto de vista magico sobre as coisas belas desta vida!

Ticha
Obrigada também pelas visitas e comentários ao Coisas_Coloridas. ;)

L. ♥ disse...

Não conhecia esse poema de Pessoa.
Muito bonito, sem dúvida. :)

Sonia Schmorantz disse...

Nada representa tão bem o ser divino quanto a natureza, ninguém que repare na sua perfeição, poderia deixar de acreditar. É uma visão poética de Deus, mas exprime muito daquilo que acredito.
Um abraço

Norma Villares disse...

Excelência de F Pessoa, escrever de uma forma tão bonita.
Muito bom.
Muito bonito.
Obrigada pela visita e comentário.
Abraços sublimes

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin