"Somos como águias enjauladas; mas mesmo por detrás das grades podemos olhar os céus expansivos e extrair inspiração de uma estrela." Pensamentos para aspirantes- Sri Ram

Atlântida

“Muitos e poderosos são os feitos da vossa cidade realizados para admiração da humanidade. E há um que, pela sua grandeza e nobreza, se sobrepõe a todos. Pois as nossas crónicas falam de um grande adversário que a vossa cidade conquistou em tempos antigos, uma potência que avançou com injustificada insolência sobre toda a Europa e Ásia, partindo do oceano Atlântico. Pois nessa época era possível atravessar o mar, uma vez que existia uma ilha em frente da boca do estreito, que se chama, como vós dizeis, as Colunas de Hércules.

Essa ilha era maior que a Líbia e a Ásia juntas; e, a partir dela, os marinheiros desses tempos tinham passagem para as outras ilhas, e destas ilhas para todo o continente oposto, que limita esse oceano justamente assim considerado.

Pois essas regiões dentro do estreito mencionado parecem ser apenas uma baía com uma entrada estreita; mas é na verdade um oceano, e a terra que o rodeia pode, com grande verdade e propriedade, ser chamada de continente.

Nesta ilha, Atlântida, surgiu uma grande e maravilhosa potência de reis, que dominavam toda a ilha e muitas outras, e partes do continente; e, para além disso, a Leste do estreito, dominavam a Líbia até ao Egipto, e a Europa até às fronteiras da Etrúria. Assim, esta potência reuniu todas as suas forças e procurou, de um só golpe, escravizar o vosso país e o nosso e toda a região no interior do estreito.



Então Sólon, o poder da tua cidade brilhou nos olhos de todos os homens, gloriosos em valor e força. Pois, sendo os melhores à face da terra em coragem e nas artes da guerra, por vezes a vossa cidade liderou os helenos, outras vezes ergueu-se forçosamente isolada quando todos os outros desertaram; e, depois de passar pelos maiores perigos, ela venceu os invasores e triunfou sobre eles, e salvou da escravidão as nações que ainda não estavam escravizadas; quanto aos restantes, os povos que viviam deste lado das Colunas de Hércules, a vossa cidade libertou-os com mão generosa. Mas, mais tarde,, depois de imensos terramotos e inundações, abateu-se um dia e uma noite de destruição; e os guerreiros do teu país foram, como um só, engolidos pela terra, e do mesmo modo a ilha da Atlântida afundou-se sob o mar e desapareceu."

(...) 






Timeu
Platão

Sem comentários:

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin