"Somos como águias enjauladas; mas mesmo por detrás das grades podemos olhar os céus expansivos e extrair inspiração de uma estrela." Pensamentos para aspirantes- Sri Ram

Sobre o Caminho

“ A pessoa da matéria e a Pessoa do Espírito nunca se podem encontrar. Uma delas tem de desaparecer; não há lugar para ambas.


Antes que a mente da tua Alma possa compreender, deve a flor da personalidade ser esmagada em botão, e o verme dos sentidos destruído até não poder ressurgir.

Não podes caminhar no Caminho enquanto não te tornares, tu próprio, esse Caminho

Que a tua Alma dê ouvidos a todo o grito de dor como a flor de lótus abre o seu seio para beber o sol matutino.

Que o sol feroz não seque uma única lágrima de dor antes que a tenhas limpado dos olhos de quem sofre.





Que cada lágrima humana escaldante caia no teu coração e aí fique; nem nunca a tires enquanto durar a dor que a produziu.

Estas lágrimas, ó tu de coração tão compassivo, são os rios que irrigam os campos da caridade imortal. É neste terreno que cresce a flor noturna de Buda, mais difícil de achar, mais rara de ver, do que a flor da árvore Vogay. É a semente da libertação do renascer. Ela isola o Arhat tanto da luta como da luxúria, leva-o através dos campos do ser para a paz e a felicidade que só se conhecem na terra do silêncio e do não-ser.

Mata o desejo; mas se o matares, cuida bem em que ele não renasça da morte.”


A Voz do Silêncio
H. P. Blavatskk

3 comentários:

Sandra ' disse...

Eu não sei, o post está literalmente brilhante! Julgo ser justamente o encontro entre a minha pessoa da matéria e a outra do espírito, que cause este choque tão bem conhecido por qualquer uma delas.

Mas são coisas que levam o seu tempo a separar...


Um beijo e boa sexta feira ;)

Azoth disse...

Bom dia, caríssima Sandra.

Conhece aquelas bonecas russas, as matrioskas?
Pois bem, imagine-se como uma delas. Imagine que, para além da boneca exterior, que pode associar com o corpo físico, possui no seu interior mais outras três, formando no total um conjunto de quatro. Imagine agora, que a quinta boneca que está no interior da quarta e que não é como as outras bonecas é simplesmente luz. Embora não esteja totalmente certo, também não está totalmente errado considerar esse quinto elemento como sendo o nosso espírito. Esse é o nosso verdadeiro Eu. Ora bem, Esse Eu é como um cavaleiro que tenta conduzir o cavalo por um determinado caminho, ou seja, no interior das quatro bonecas, tenta ele conduzi-las e quanto mais selvagem for a natureza destas bonecas, mais difícil será guiá-las. Não somos aquilo que pensamos que somos e dificilmente vamos mentalmente sabe-lo porque a mente é a quarta boneca, a forma mais objectiva de encontrarmos o nosso verdadeiro Eu é “domesticar” as nossas bonecas, os nossos “corpos” e assim, as nossas acções vão ser a expressão cada vez mais translúcida da nossa essência. Se imaginarmos agora que essas bonecas são de vidro, A senda, ou o caminho que nos falam as Antigas Tradições, consta em limpar a sujidade que cobre o vidro. O “conhece-te a ti mesmo” incita a esse objectivo. Só podemos limpar a sujidade se soubermos o que é essa sujidade, se soubermos onde se encontra essa sujidade. As quatro bonecas a ser limpas formam a personalidade, a luz que tenta comandar a personalidade é a Individualidade. A personalidade tem de trabalhar sobre si mesma para ir ao encontro daquilo que a anima. Pessoas que conseguiram este feito são tidas pelos demais como deuses na terra, pois todo o seu ser irradia uma luz divina, uma luz que cada um de nós porta. Destas pessoas conhecemos algumas, Jesus, Buda, Zoroastro, etc.
Não é um trabalho que se faça numa vida, mas é a Lei que a Natureza traçou para o homem, como tal consciente ou inconscientemente a cada dia limpamos as nossas sujidades. Poucos limpam-nas conscientemente, muitos limpam-nas inconscientemente pelo sofrimento.

Fraternamente :.

L. ♥ disse...

Desde esse momento tudo mudou. E acredita, quem me dera que isto fosse um sonho/pesadelo. =(

Julgo que não percebi o sentido desta tua frase "Não escute os lamentos da personalidade e ela vai fazer tudo para ser ouvida."

Tenho feito de tudo para ser feliz, mas às vezes custa tanto, às vezes parece tão impossível voltar a sorrir... =(

Obrigada pelas palavrinhas de apoio. *

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin