"Somos como águias enjauladas; mas mesmo por detrás das grades podemos olhar os céus expansivos e extrair inspiração de uma estrela." Pensamentos para aspirantes- Sri Ram

Ode à Primavera


Antero de Quental
Saudades Pagãs

“I

Visões! Sonhos antigos!
Quando a Terra,
Na inocência primeira de seus anos,
Entre flores dormia… e era seu berço
O seio de mil deuses! Quando a vida
No coração dos homens sem esforço,
Se abria como um lótus, todo cheio
Dos raios do luar e dos segredos
Do vaporoso espírito das noites!

Quando um tronco era peito comovido,
E a montanha um Áugur, e a rocha um oráculo:
E não se achava um só bago de areia
Que não estremecesse e não sentisse
Agitar-se-lhe dentro a alma confusa
Quando os Orfeus passavam, silenciosos,
Por entre os arvoredos, meditando!

“Sátiro e as Ninfas”
Adolphe Bouguereau


Saía então da Terra um grande espírito:
Havia em tudo um expressão profunda:
Nem era muda a vastidão do mundo.
Como um canto que fere as cordas todas
D’uma harpa sonora, uma mesma alma
Através do universo ia acordando,
Em peito, árvore, pedra, e céu e onda,
As mil notas, diversas mas cadentes,
D’uma mesma harmonia – o hino da vida!

Era a cidade ideal da natureza!
Seu povo, a criação; seu templo, o espaço;
E muralhas em volta, circundando-a,
D’um lado ao outro os livre horizontes!
Era a cidade ideal! A lei eterna
Banhava-a sempre numa aurora imensa!
Quando um povo de deuses, radiante
De mocidade e brilho, caminhava
Por entre as multidões – e solo heróico,
Teu solo sacrossanto, ó Grécia antiga,
Como sublime palco, sob os passos
Dos actores divinos ressoava!”

1 comentário:

lumenamena disse...

Antero de Quental procura demonstrar uma nova relação entre o pensamento e a realidade. Para ele, essa relação antes era encarada como distinta, autónoma e separada, e por força das mesmas, é agora pensada como uma só.
"As leis do espírito são as leis do Universo na sua forma mais perfeita, e é partindo do mundo objectivo que se há-de conhecer o espírito".
Excelente ideia de Antero de Quental, sem a qual o mundo não seria sequer pensável.

Abraços

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin