"Somos como águias enjauladas; mas mesmo por detrás das grades podemos olhar os céus expansivos e extrair inspiração de uma estrela." Pensamentos para aspirantes- Sri Ram

Pequena Reflexão Sobre o Tempo


Dizia Mircea Eliade que o Tempo constituiu a dimensão mais profunda do Homem e está ligado à sua própria existência.

A dimensão Tempo é de tal forma complexa, que continua a ser um verdadeiro mistério por revelar. longe está de ser o que aparentemente se nos revela à vista e Einstein o demonstrou na sua Teoria da Relatividade, ao entrar nessa gruta dos mistérios ao dizer que o tempo não é continuo.

De certeza que todos nós já experimentámos vários tipos de Tempo, inclusive comentamos tais experiências. Por exemplo, é bem diferente o correr do tempo quando estamos com alguém de quem gostamos ou quando aguardamos num serviço para sermos atendidos.

Mircea Eliade dizia que experimentamos dois tipos de Tempo.
Um Tempo Sagrado e um Tempo Profano. E na medida em que a nossa consciência se identifica com cada um deles, assim o podemos alongar até ao eterno ou encurtá-lo, o instante em que temos a percepção que a nossa morte está iminente .

O Tempo Sagrado é o tempo da origem, estático, eterno, um tempo mítico, ao passo que o tempo profano emana deste, a partir da primeira manifestação que fez do imanifesto, manifesto. A nova realidade, interagindo com a realidade física envolvente , após ter abandonado o Jardim do Éden, tal como o mais puro dos metais em contacto com o mais corrosivo dos ácidos, aos poucos decai e degrada-se. Assim se inicia a ilusão.

Ao passo que o Tempo profano não é recuperável, o Tempo Sagrado é indefinidamente recuperável e a ele tem-se acesso através da linguagem dos ritos. Aceder a este Tempo é regenerar-se, pois somos transportados ao Tempo Arquétipal que precede a manifestação.

A União do Homem com Este Tempo Sagrado ensina-lhe novamente a essência da verdade ou do modelo mítico que o tempo profano desgasta.

A reactualização deste Tempo Sagrado é vivida pela ritualização de uma festa. Esta transporta o Homem a esse Tempo original, conduzindo-o de novo o à presença dos Deuses.

Sem comentários:

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin